Conferência sobre cirurgia para pacientes trans na Unirio reabre debate sobre o tema

Atendimento ambulatorial peloSUS já começou e as cirurgias começarão a ser realizadas até junho

O Hospital Universitário Gaffreé e Guinle, que tem Hugg Fernando Ferry como diretor, será palco de uma conferência sobre cirurgia para pacientes trans no dia 20 de abril (quinta-feira), às 10h. O evento integra a semana de comemorações pelos 105 anos de existência do hospital. As palestras serão realizadas pelo cirurgião plástico Márcio Littleton, membro da World Professional Association for Transgender Health e The Society of International Humanitarian Surgeons, responsável por realizar os mais diversos tipos de cirurgias plásticas em homens e mulheres cisgêneros e transgêneros e pelo urologista André Cavalcanti, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia.

De acordo com o cirurgião plástico Ricardo Cavalcanti, recém-nomeado chefe do setor de Cirurgia Plástica da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), as palestras foram pensadas para informar sobre um procedimento que vem recebendo grande procura no hospital. O médico estáà frente de um ambicioso projeto ambulatorial que, desde janeiro, járealizou mais de mil cirurgias de pequena complexidade, sendo que 60% são plásticas de pequeno porte, que não requerem internação. “O programa amplia o acesso para cirurgias em pessoas trans, para homens e mulheres.

Acreditamos que em 60 dias poderemos dar início às cirurgias, que vão ao encontro das demandas do SUS”, afirma o médico que também é diretor do Instituto Carlos Chagas de Ciências Médicas.