Facebook quer fornecer internet gratuita nos EUA

Programa foi testado na Índia, mas foi bloqueado por governo

O Facebook pretende tornar-se um provedor de internet para fornecer acesso gratuito à rede através de seu serviço "Basics", de acordo com publicação do jornal "The Washington Post".   

Segundo a publicação, o programa é destinado às pessoas menos favorecidas e para as zonas rurais dos Estados Unidos.   

O software já foi testado em alguns países em desenvolvimento. Na Índia, por exemplo, chegou a ser bloqueado pelas autoridades porque viola o princípio da neutralidade da rede.   

Por isso, a empresa de Mark Zuckerberg está negociando com o governo dos Estados Unidos para evitar os mesmos problemas que enfrentou com o governo de Nova Déli. 

O "Basics" é uma internet individual e que tem como objetivo levar a web para todos, especialmente para os países com baixa cobertura. 

Ele oferece acesso gratuito a alguns serviços de notícias, informações sobre saúde e trabalho, dando prioridade a determinados conteúdos oferecidos em redes sociais. Por isso a Índia decidiu bloqueá-lo. 

Segundo estudo realizado pelo Pew Research Center, 15% por cento dos adultos norte-americanos não têm outra fonte para acessar a web além do smartphone e 48% das pessoas que acessam a rede pelo celular tiveram que suspender o serviço porque não podem pagar. (ANSA)