ABORL-CCF e ABR oferecem atendimentos gratuitos em todo o país

Ao todo, 19 centros de atendimentoreceberão pessoas que não podem pagar por consultas 

Após dois meses da campanha Desafio do Pregador (www.desafiodopregador.com.br), médicos da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial e da Academia Brasileira de Rinologia darão início a uma agenda de atendimentos a pessoas que não podem pagar por consultas em todo o País.

Ao todo, 19 hospitais e clínicas, localizados em cidades das cinco regiões do Brasil, participarão da iniciativa e oferecerão consultas 100% gratuitas. Participam da iniciativa cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Natal, Recife, Fortaleza, Brasília e Curitiba. Essas cidades, entre outras, vão sediar centros médicos disponíveis para atendimentos pré-agendados a pacientes selecionados pela organização da campanha, que contou com o apoio do Maresis, produto da FQM. Para consultar os polos de atendimentos basta acessar a lista de centros parceiros no site da campanha.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, por exemplo, serão oferecidas 10 horas de consultas para 75 crianças e adolescentes, com idades entre 4 e 18 anos, integrantes de turmas do Instituto Reação, na Rocinha e em Jacarepaguá. Os atendimentos acontecerão na Policlínica de Botafogo, de segunda a sexta-feira, das 8h às 10h. Durante as consultas, os pacientes serão submetidos a exames e receberão diagnósticos e orientações.

Campanha

A campanha Desafio do Pregador, lançada em julho, teve o objetivo de alertar as pessoas para os problemas respiratórios que podem ser causados quando se respira pela boca, como ronco, apneia, infecções das vias aéreas, cansaço, piora da bronquite, entre outros. A ação foi pensada para ajudar na prevenção aos problemas respiratórios e lembrar a importância de se respirar pelo nariz. O judoca e apresentador Flavio Canto foi o embaixador da campanha que mobilizou pessoas em todo o País.

A campanha foi 100% virtual. A cada 10 postagens de vídeos nas redes sociais com a hashtag #Desafiodopregador, pessoas de baixa renda eram selecionadas para passar por consultas gratuitas. Para que os vídeos fossem validados era necessário que a pessoa estivesse praticando uma atividade física, durante 30 segundos, com um pregador no nariz.

Mais informações: www.desafiodopregador.com.br

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais