Trio que pesquisa faces da matéria leva Nobel de Física

O trio de cientistas David Thouless, Duncan Haldane e Michael Kosterlitz foi laureado nesta terça-feira (4) com o Prêmio Nobel de Física 2016 pela descoberta da face exótica da matéria. A pesquisa do trio, que é britânico, mas trabalha nos Estados Unidos, recai sobre as passagens que ocorrem de um estado para outro da matéria em condições inusuais. 

O estudo abriu a possibilidade de pesquisas de novos materiais, como para supercondutividade em alta temperatura. As informações são da agência Ansa.

O anúncio foi feito nesta terça-feira pela Academia Real Sueca de Ciências, que entrega anualmente o Nobel. De acordo com a organização, o prêmio foi dividido em duas partes: David J. Thouless, da Universidade de Washington, ficou com uma, e Haldane e Kosterlitz, da Universidade de Princeton, dividiram a outra. 

Nesta segunda-feira, foi anunciado o Nobel de Medicina, que ficou com o japonês Yoshinori Ohsumi pela pesquisa do mecanismo de autofagia celular.

Nesta quinta-feira, será anunciado o Nobel de Química e, na sexta-feira, o da Paz. 

Na segunda-feira, será a vez do de Economia. O Nobel de Literatura encerra a série no dia 13 de outubro.