Aplicativo com dicas do Rio entra na lista dos mais baixados pela Apple

Cariocando no Rio, que oferece dicas do RJ, além de serviços como roteiros e viagens

Nascida e criada no bairro do Leblon, Nicole Casares é a típica carioca da gema. Ou, como ela mesma se define: “Sou carioca da gema, do ovo e da galinha inteira!”. Por amar tanto a sua cidade e conhecer cada canto dela, criou o site Cariocando no Rio, que oferece dicas do RJ, além de serviços como roteiros e viagens. 

Desde fevereiro, o portal se transformou num aplicativo, disponível para download gratuito em IOS e Android. “Tive a ideia do site num domingo chuvoso e entediante, em 2014. Jamais esperei tamanha repercussão! O diferencial são as dicas do que fazer no Rio com uma visão tipicamente carioca”. Esqueça tudo que você já leu sobre o Rio em outros manuais. O Cariocando não costuma gostar de clichês. Ao ler as dicas, você sente que ganhou uma nova melhor amiga carioca.

Formada em direito, Nicole, de 26 anos, chegou a trabalhar num escritório. Mas viu que aquela não era, definitivamente, a sua praia. “Sentia falta de criatividade, de uma escrita com mais emoção. Através da rede, consegui unir minhas duas paixões: a escrita e o Rio de Janeiro”, revela a jovem, acrescentando que o aplicativo “Cariocando” já está na lista dos 45 mais baixados da semana pela Apple no Brasil.  O projeto começou a crescer e ela contou com a ajuda de uma seguidora, que se tornou amiga e sócia minoritária. “A Thaíssa Frota é advogada e também estava insatisfeita com a profissão. Ela, além de sócia, é o meu braço direito”, conta a empresária. 

Nicole começou seu projeto como hobby e foi surpreendida pelo crescimento orgânico da marca em pouquíssimo tempo! Atualmente, o Instagram conta com 165 mil seguidores e uma média de 200 comentários por foto. A interação do público é significativa. “Todos se sentem um pouquinho donos da página e adoram expor suas opiniões. Por dia, ganho cerca de 300 novos seguidores. Em um primeiro momento, acreditei que apenas amigos e pessoas mais próximas fossem me seguir. Quando notei que desconhecidos interagiam, levei um susto. Até hoje me surpreendo com os resultados!”, comemora. 

Com um público em sua maioria formado por mulheres, 65%, a faixa etária do site/app é jovem e varia de 20 a 30 anos, sendo que 60% do público é composto por cariocas e 40% de fora do Rio: os paulistas lideram o ranking. “Tenho muito orgulho do reconhecimento do meu trabalho. Mais do que um prazer, é uma forma que encontrei de me inserir no mundo”, finaliza. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais