Projeto sobre integridade de reservatórios é finalista em prêmio da ANP

Há mais de 35 anos como professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), o professor Sérgio Fontoura, do Departamento de Engenharia Civil do Centro Técnico Científico (CTC/PUC-Rio), coordenou ao longo dos últimos seis anos um projeto para analisar os efeitos da produção de petróleo nas rochas que envolvem o reservatório. Tanto tempo dedicado ao projeto rendeu uma vaga na final do Prêmio da Agência Nacional do Petróleo (ANP) de Inovação Tecnológica 2015, na categoria Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por instituições de ciência e tecnologia (ICT). 

O equipamento concorreu com outros 42 projetos, dos quais outros dois avançaram para a grande final. A conquista para a PUC é ainda maior nesse ano, já que, dos três finalistas, dois são da universidade. 

Ambos os projetos foram desenvolvidos em parceria com o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), da Petrobras. Nos próximos anos, o Grupo de Tecnologia e Engenharia de Petróleo, coordenado por Sérgio Fontoura, terá ainda mais chances de levar o prêmio. Nesse mês, a PUC inaugurou dois novos laboratórios, em parceria com a Chevron, com as mais avançadas tecnologias do país.

>> LEIA E ENTREVISTA COMPLETA NO SITE PETRONOTÍCIAS