MIAN lança aplicativo educativo, trilíngue e gratuito “Brazil, 5 séculos”

App reune informações sobre a história do Brasil, do descobrimento à fundação de Brasília

Arte Naïf e História do Brasil para todos. E ao alcance dos dedos. Essa é a proposta do aplicativo “Brazil, 5 séculos”, criado pelo Museu Internacional de Arte Naïf do Brasil (MIAN), e que estará disponível a partir de 30 de junho.

Inspirado na obra homônima da artista Aparecida Azedo - que narra 19 episódios da nossa história e é considerada a maior do gênero naïf no mundo, com 1,40 metros por 24 metros –, o app gratuito é composto por um jogo quebra-cabeça e um guia virtual trilíngue (português, inglês e francês) que permite ao visitante ter mais informações a respeito dos fatos históricos que a tela conta, do descobrimento do Brasil à inauguração de Brasília. O aplicativo está disponível nas plataformas iOS e Android, e para download no site do Museu. 

No jogo, o usuário é convidado a montar um quebra-cabeça, ordenando os fatos históricos abordados na tela naïf em ordem cronológica.

Assim, o público infanto-juvenil será capaz de exercitar as noções de ordenação, simultaneidade e sucessão de fatos históricos e as relações entre eles, identificando as diferentes épocas e formando os conceitos de tempo físico, histórico e social. E se divertir, é claro. “O público escolar do MIAN é muito grande e esta iniciativa contribui para a desmistificação do espaço museal como um local onde apenas se contempla a arte, fazendo com que ele se torne um espaço onde Cultura e História dialoguem, e onde se produz conhecimento e interação”, conta Tatiana Levy, gerente socioeducativa do museu. 

O aplicativo também traz uma boa oportunidade para que os visitantes – incluindo os estrangeiros – se familiarizem com a história do Brasil. O “Guia Brazil, 5 Séculos”, trilíngue, permite que o visitante escolha o fragmento da obra que deseja para ter acesso a textos, áudio-guia e vídeo a respeito do fato histórico selecionado. Para isso, é necessário apenas fazer o download do aplicativo ou acessá-lo por um dos dispositivos disponíveis no próprio MIAN.  

A obra naïf “Brazil, 5 Séculos”  foi encomendada pelo fundador do MIAN, Lucien Finkelstein, fazendo parte do acervo do museu desde 2000. Criada por Aparecida Azedo, a tela não tem interrupções entre uma cena e outra e traz, ao lado dos fatos históricos, os ciclos econômicos referentes a cada período.  

Além do lançamento do aplicativo, o MIAN irá exibir o filme “Aparecida Azedo: uma vida em 24 quadros”, de Zelito Vianna.