Celebridades ameaçam processar o Google em US$ 100 milhões 

Advogados de algumas das celebridades que tiveram fotos íntimas vazadas estão ameaçando processar o Google em US$ 100 milhões por falhar na remoção das imagens. De acordo com o site Page Six, o advogado Marty Singer, escreveu uma carta endereçada aos sócios-fundadores do Google, Sergey Brin e Larry, assim como seu presidente-executivo, Eric Schmidt, e aos advogados da empresa acusando-os de “comportamento antiético”.

Na carta, divulgada com exclusividade pelo site americano, o advogado afirma que o gigante de buscas da internet mundial falou em “reagir com velocidade e de forma responsável para remover as imagens, mas em conhecimento de causa eficiente, facilitando e perpetuando o comportamento ilícito. O Google está fazendo milhões e lucrando com a vitimização das mulheres”.

Singer ainda afirma que pediu a remoção das imagens há quatro semanas, mas o Google não tomou nenhuma ação, nas fotos que foram roubadas em uma ação de hackers e com isso as fotos têm se proliferado nos sites do Google, como Blogspot e YouTube.