Ebola: 92 corpos são achados em Serra Leoa em meio a quarentena

Pelo menos 92 corpos foram encontrados em Serra Leoa em meio à operação de quarentena de três dias, que teve como objetivo deter a expansão do vírus do ebola no país. O governo local informou que as vítimas foram recolhidas entre 17 e 19 de setembro. As autoridades, no entanto, disseram que não sabem se todas as mortes foram causadas pelo ebola.    

A quarentena foi imposta para evitar novos contágios. Nesse período, cerca de 30 mil voluntários das organizações internacionais visitaram residências para dar assistência a quem apresentasse os sintomas e passar informações sobre a epidemia.    

Durante os três dias da operação, "foram isolados mais de 200 suspeitas de casos, dos quais 130 foram confirmados", disse o vice-ministro para Assuntos Políticos, Karamoh Kabbah, em coletiva de imprensa.