BlackBerry reduz portfólio para quatro modelos

Empresa anunciou corte de 4,5 mil postos de trabalho como parte de reestruturação

A BlackBerry anunciou nesta sexta-feira (20/09) o corte de 4,5 mil postos de trabalho como parte de um processo de reestruturação. O número representa 40% da força de trabalho da companhia. Segundo a empresa, a reestruturação deixa a companhia com sete mil funcionários em tempo integral em todo o mundo.

A companhia afirmou que vendeu apenas 3,7 milhões de smartphones no último trimestre.  A empresa afirmou que teve um prejuízo operacional de US$ 995 milhões no segundo trimestre do ano. A BlackBerry disse que vai cortar despesas operacionais em 50% até 2015.

Na reestruturação, a BlackBerry planeja se focar em clientes corporativos em vez de consumidores comuns. Além disso, a BlackBerry está cortando sua linha de smartphones de seis para quatro modelos. 

Os resultados preliminares do segundo trimestre fiscal de 2014 mostraram ainda que a companhia teve receitas de cerca de US$ 1,6 bilhão. Segundo a empresa, suas disponibilidades de caixa no fim do período somavam cerca de 2,6 bilhões de dólares.

Os resultados colocarão mais pressão para a BlackBerry encontrar um comprador. A empresa disse no mês passado que estava avaliando suas opções, incluindo uma venda, tendo em vista as vendas persistentemente fracas de seus novos smartphones, que contam com o sistema operacional BlackBerry 10.

"A companhia está caindo num abismo. O que você espera quando anuncia que está à venda?", disse o analista da BGC Partners, Colin Gillis. "Quem iria querer se comprometer com uma plataforma que pode ser fechada?".

As ações da BlackBerry, listadas em Toronto, caíram 23,3 por cento, para 8,34 dólares canadenses, atingindo seu piso este ano, enquanto as ações da empresa na Nasdaq caíram 23 por cento, para US$ 8,10.