Diabetes faz com que mais de 50 pessoas sejam internadas por dia em SP 

São Paulo - As complicações causadas pelo diabetes determinam a internação de duas pessoas por hora em São Paulo. De acordo com balanço da Secretaria de Estado da Saúde, em 2011 foram 23.117 internações, o equivalente a 64 por dia. Entre janeiro e março deste ano foram 5.288 diabéticos internados, média de 58 internações diárias.

Para evitar o diabetes é necessário controle e prevenção mesmo que não haja histórico familiar e stress, os principais desencadeantes da doença. Além disso, podem interferir a obesidade, os maus hábitos alimentares, o sedentarismo e o tabagismo.

Segundo a nutricionista do programa Meu Prato Saudável, iniciativa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto do Coração (Incor), Lara Natacci, o diabetes tipo 2, aquele que não precisa de insulina, é mais comum entre os idosos, mas tem atingido pessoas mais jovens devido ao aumento de peso e da gordura corporal.

“A alimentação tem peso significativo no controle do diabetes e prevenção às complicações no sistema nervoso, no sistema cardiovascular, na visão, no funcionamento dos rins, nos pés e até na dentição”, explicou Lara.

Ela diz que medidas simples, como realizar de cinco a seis refeições equilibradas por dia, garantem o funcionamento adequado do metabolismo, a boa digestão, a absorção correta de nutrientes, evitando oscilações da glicose sanguínea causadas pelo jejum prolongado.

Para manter o nível glicêmico regulado é preciso seguir algumas dicas: sempre colocar no café da manhã uma porção de carboidrato rico em fibras, como pães, biscoitos ou cereais, sempre do tipo integral. É necessária também uma de proteína magra (queijos magros, leite desnatado ou iogurte) e uma fruta.

No almoço e no jantar deve-se preparar metade do prato com vegetais crus e cozidos e a outra metade dividida em duas partes. Incluir carboidrato integral (arroz, macarrão, panquecas, batatas, mandiocas), proteína animal (carne vermelha magra, frango sem pele, ovo, peixe) e um vegetal (feijão, lentilha, ervilha, soja).

Também é indicado consumir produtos light e diet com moderação, pois eles podem ser ricos em gordura, e ter cuidado ao usar adoçantes, limitando até dez gotas por copo, sempre obedecendo a orientação do nutricionista.

O diabético deve evitar bebidas alcoólicas e quando consumidas não devem ultrapassar a quantidade de uma dose para mulher e duas para homens. Também é necessário evitar bebidas açucaradas ou com leite condensado.

O paciente de diabetes deve beber dois litros de água por dia, consumir frutas, mas não em excesso, e praticar 150 minutos de atividade física por semana (cinco vezes de 30 minutos).