Desenho de mamilos leva jornal a ser banido do Facebook

A página do jornal americano The New Yorker no Facebook foi banida temporariamente após a publicação de um cartoon onde um homem e uma mulher aparecem nus debaixo de uma árvore. No desenho, de Mick Stevens, podem ser vistos os mamilos dos personagens. De acordo com a rede social, isso viola suas regras sobre "nudez e sexo"

O jornal reagiu de maneira satírica à decisão, que apelidou de "Nipplegate" - em referência ao maior escândalo político da história dos Estados Unidos, o Watergate. No blog dos cartunistas do The New Yorker, o editor Robert Mankoff escreveu: "o problema (dos mamilos femininos) é potencialmente grave, sem cura conhecida - e tampouco vítimas. Isso é, a não ser que você leve em conta a liberdade de expressão, bom senso e humor".

O processo funciona da seguinte maneira: quando uma denúncia chega à rede social, uma equipe de segurança a avalia e, se for o caso, traça uma ação para solucioná-la. Se a equipe constatar que alguma das políticas da rede social foi violada, o Facebook elimina o conteúdo em questão e avisa à pessoa que o denunciou. A empresa também pode impedir que um usuário compartilhe determinados tipode de conteúdo, bloquear certos recursos no perfil, desabilitar a conta, ou, se necessário, sujeitar o caso a julgamento da lei de cada país.

A página do The New Yorker no Facebook (httpss://www.facebook.com/newyorker) está acessível, porém a restrição temporária gerou protestos mencionando uma possível censura na internet.