Vacina se mostra parcialmente efetiva contra três tipos de dengue

Uma vacina testada por pesquisadores da Tailândia e da França conseguiu imunizar parcialmente (entre 60 e 90%) contra três dos quatro vírus que causam a dengue. A substância, chamada de CYD-TDV, foi testada em 4002 estudantes no país asiático - 2669 receberam a vacina e 1333, um placebo.

Duas características da dengue dificultam a criação de uma vacina contra a doença: primeiro, o fato de quatro tipos de vírus causarem o mal (chamados de DENV 1, 2, 3 e 4); segundo, a doença ocorrer apenas em humanos, o que impede que os cientistas utilizem modelos animais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) acredita que cerca de metade da população mundial vive em áreas de risco da doença.

Em um primeiro momento, os resultados dos vacinados não eram muito diferentes dos que receberam placebo - 76 doentes (2,8%) contra 58 (4,4%). Contudo, uma segunda análise indicou que a vacina é eficaz contra os vírus DENV 1, 3 e 4 (entre 60% e 90% de imunização) e o vírus tipo 2 parecia ser o único resistente ao tratamento. O estudo indica ainda que a CYD-TDV não tem, a princípio, sérias reações adversas. Os cientistas afirmam a Tailândia foi escolhida por a doença ser comum na região.

Apesar dos resultados promissores, os cientistas destacam que eles são limitados, já que os testes ocorreram em uma área limitada geograficamente. "Os resultados dessa vacina proveem uma forte evidência de proteção contra a doença leve do DENV 1, 3 e 4, mas tem dados insuficientes para calcular as taxas de eficácia para a doença severa (dengue hemorrágica)", diz Scott Halstead, do Instituto Internacional da Vacina, em Seul, que não tem ligação com a pesquisa.

O estudo foi divulgado na revista especializada Lancet e foi conduzido pela Universidade Mahidol, Hospital Ratchaburi (ambos da Tailândia) e pela empresa Sanofi Pasteur, que desenvolveu a substância.