Google paga até US$ 2 milhões por hacks no Chrome 

O Google está oferecendo um total de até US$ 2 milhões em prêmios para quem conseguir hackear o navegador Chrome. A competição, chamada de Pwnium 2, se realizará em 10 de outubro na Malásia.

Na tabela de hacks, falhas no Chrome e no Chromium (projeto open source usado como base para o navegador do Google) rendem US$ 60 mil. Quem descobrir uma brecha parcial, combinando o código do Chrome com bugs no Windows, por exemplo, ganhará US$ 50 mil. Já problemas encontrados no Flash, no Windows ou outros aplicativos, sem uso do código do Chrome, valem US$ 40 mil.

Pelo valor total, o Google estaria disposto a bancar até 50 falhas, na categoria mais "barata".

Segundo o site Ars Technica, o Google pagou US$ 120 mil na primeira versão do Pwnium, em março, 12% do total de US$ 1 milhão disponível na edição do evento. Entre os vencedores estava um programador de 19 anos que usou seis bugs diferentes para quebrar o código.