Hospital de São Paulo vai testar uso de coração artificial 

Um coração artificial totalmente nacional será testado em humanos pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde, em São Paulo. O produto foi desenvolvido pela equipe de bioengenharia do próprio hospital e a previsão é de que seu custo seja em torno de R$ 60 mil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Inicialmente, os testes foram feitos em bezerros. Com bons resultados, a equipe foi liberada para realizar a pesquisa em cinco pacientes. 

A ideia é que o aparelho seja usado em doentes com cardiopatias graves que estão na fila de transplante de coração e correm risco de morte. O coração artificial não substituirá o órgão natural, ele vai funcionar como uma bateria que fica presa ao corpo, do lado de fora, e que precisa ser trocada a cada duas horas. 

Os primeiros pacientes testados, no entanto, não terão o aparelho implantado por questões de segurança. Eles terão o dispositivo preso do lado de fora do corpo e serão monitorados 24 horas pela equipe.