ONU: mudanças climáticas podem causar temperaturas extremas e mais desastres 

O Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, IPCC, publicou hoje de Genebra, na Suíça, um estudo que prevê uma tendência ainda maior a temperaturas extremas no futuro.

A entidade da ONU, encarregada de analisar dados científicos sobre o clima do mundo inteiro, disse que o impacto das mudanças climáticas dependerá da capacidade humana de "adaptar-se e preparar-se" a essa nova realidade mundial.

Desastres Naturais

O IPCC disse ainda que dados mostram que as mudanças climáticas do planeta são responsáveis não só por temperaturas e níveis de precipitação recordes nos últimos 50 anos, mas também por desastres naturais em regiões vulneráveis.

Mas segundo o especialista do IPCC, Chris Field, a mensagem principal da publicação é que a comunidade internacional já tem conhecimento suficiente para preparar-se para essas mudanças. Ele diz que o desafio é aplicar esse conhecimento para "tomar boas decisões, principalmente em situações de incerteza".

O IPCC observou ainda que o impacto das mudanças climáticas variam muito de acordo com fatores como vulnerabilidade, preparação e infraestutura.