Fã da Apple passa cinco horas na fila em Londres pelo novo iPad

Chris Leydon, 22 anos, será o primeiro cliente a comprar o novo iPad em Londres. Leydon está desde as 18h30 (hora local, 15h30 no horário de Brasília) na porta da loja da PC World esperando para ser o primeiro a botar as mãos no aparelho. A PC World ¿ um rede de lojas de eletrônicos presente em várias partes do Reino Unido ¿ vai abrir as portas da loja de Tottenham Court Road, no centro de Londres, à 00h01 (21h01 em Brasília) para iniciar as vendas do aparelho.

E qual a mágica aqui, se as lojas da Apple ¿ de Regent Street e Covent Garden ¿ só abrem as portas às 8h de amanhã? Um funcionário da PC World quefoi conversar com os fileiros, mas não quis se identificar, diz que eles podem vender os aparelhos no dia 16 a qualquer horário. "Só não podíamos anunciar no jornal", explica.

Leydon soube que a loja abriria à meia-noite para as primeiras vendas através, ironicamente, de um amigo que está na fila da loja de Regent Street. "Meu amigo é maníaco por produtos da Apple. Ele está lá na fila e ficou sabendo que aqui haveria as vendas antecipadas. Ele até tuitou a informação. Resolvi, então, vir conferir", diz. E por que o amigo não aproveitou a chance de comprar o aparelho mais cedo? "Ele diz que é porque é importante ter a 'experiência Apple'. Eu não acredito. Acho que muitos que estão lá ficaram com medo de vir pra cá e ser mentira", diverte-se.

É a primeira vez que Leydon encara uma fila para comprar um lançamento da marca. Ele já tem um MacBook Pro e um iPhone, mas garante que desta vez está comprando o produto para trabalhar. "Me pediram que comprasse e, quando eu soube desta oportunidade, achei que valia a pena vir até aqui." Leydon é 'evangelista' na GoSquared: uma espécie de vendedor que tem uma relação mais pessoal com os clientes. "Com o iPad, é mais fácil mostrar para os clientes como nossos produtos funcionam", conta.

Além de ir para a fila, Leydon convidou o amigo Brandon Schlenkr, 20 anos, que chegou às 19h15. Schlenkr, um americano de São Francisco que chegou a Londres há um mês, conta que não pensava em comprar o aparelho agora. "Vim mais pela facilidade. São poucas horas, nem vai dar pra cansar", acredita. Schlenkr, que já tem um MacBook Air e um iPhone, é desenvolvedor de aplicativos para iPad e iPhone e vai usar o aparelho para trabalhar. "Eu sempre me interesso por produtos Apple."

Tanto Leydon quanto Schlenkr vão comprar a versão de 16 GB (a mais simples em termos de memória) com 4G. "Essa configuração é suficiente para mim", explica Leydon. "O 4G é mais importante do que ter mais memória para mim atualmente", avalia Schlenkr.

Quando a reportagem chegou ao local, às 21h45, havia apenas 12 pessoas na fila. "Pouca gente sabe dessa venda antecipada", comenta Schlenkr. Os fileiros reclamaram do frio e da falta de estrutura da loja. "Pedimos cadeiras e casacos emprestados para os funcionários da PC World, mas não quiseram nos ajudar", diz Leydon. Mesmo assim, eles estão esperando pela meia-noite em um papo bastante animado.