Fundador do Megaupload vai apelar por fiança 

O fundador do portal Megaupload.com apelará da decisão da justiça neozelandesa de mantê-lo detido à espera da análise do pedido de extradição apresentado pelos Estados Unidos, onde é acusado de pirataria.

Na semana passada, um juiz neozelandês rejeitou o pedido de libertação sob fiança de Kim Schmitz, conhecido como "Kim Dotcom", um alemão de 38 anos, detido em 20 de janeiro em Auckland ao lado de três diretores do Megaupload.

A apelação será apresentada na sexta-feira na Alta Corte de Auckland.