Combate à venda de softwares ilegais teve alta de 513% em outubro

A Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) e a Entertainment Software Association (ESA) apresentaram o saldo das iniciativas de combate à pirataria, realizadas em outubro último. Durante o período, ocorreram 57 ações no país, que resultaram na apreensão de 525.225 CDs falsificados.

As operações foram realizadas em grandes centros comerciais de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Pernambuco e em Foz do Iguaçu, no Paraná. O destaque ficou por conta das operações realizadas em São Paulo, onde foram apreendidas 405.220 mídias piratas.

Segundo as associações, foram retirados do ar oito websites que comercializavam softwares piratas e 174 anúncios irregulares. “Temos acompanhado o trabalho intenso das iniciativas público e privada para reduzir ainda mais a pirataria no mercado, tanto em CDs quanto no mercado online. O apoio da população também é fundamental, denunciando e não comprando de lugares e sites ilegais, ainda mais agora, em que as festas de final de ano se aproximam”, explica Rodrigo Paiva, coordenador do Grupo de Defesa da Propriedade Intelectual da ABES.

Ranking de Apreensões no Brasil – Outubro 2011 (em unidades)

1º São Paulo: 405.220

2º Minas Gerais: 77.330

3º Paraná: 48.797

4º Rio de Janeiro: 18.118

5º Santa Catarina: 1.738

6º Pernambuco: 1.322

Volume de CDs apreendidos (em unidades)

Outubro 2010: 155.952 / Outubro 2011: 525.525