Sexo é o que deixa ingleses mais felizes, diz aplicativo de iPhone

Fazer sexo é o que mais deixa as pessoas felizes. Ao menos é o que aponta uma pesquisa feita na Inglaterra, a partir de um aplicativo para iPhone. Durante um ano, o app Mappiness pediu a seus 45 mil usuários que fizessem até cinco posts por dia, indicando o que faziam, onde e nível de satisfação.

"Fazer amor" ficou no topo da lista, com 12,9% das entradas, enquanto esporte e exercícios físicos somaram quase metade, 6,5%, e empataram com ir ao teatro ou a shows. A lista traz cantar e atuar como a quarta atividade que mais deixa as pessoas felizes (5,9%), seguida de visitar exposições ou ir à biblioteca (5,6%).

Na outra ponta, o aplicativo de mapa da felicidade apontou que estudar e trabalhar são as coisas que menos trazem felicidade, seguidas de ter que se deslocar na cidade, cuidar de adultos, esperar em filas e ficar de cama por motivo de saúde.

O estudo ainda apontou que o dia 25 de dezembro foi o mais feliz dos últimos doze meses, especialmente às 13h50. Por outro lado, o dia 31 de janeiro mostrou o menor índice de alegria do ano. A data do casamento real, 29 de abril, também apresentou um pico de euforia entre os britânicos que participaram do estudo, especialmente às 11h, durante a cerimônia, e às 13h, quando o casal fez aparição pública.

O aplicativo foi criado para uma pesquisa de George MacKerron em conjunto com a Escola de Economia de Londres (London School of Economics, em inglês).