Steve Jobs tentou negociar patentes com Samsung fora dos tribunais

Antes da batalha de patentes entre a Apple e a Samsung se tornarem uma briga em tribunais de todo o mundo, o cofundador da Apple Steve Jobs tentou falar com a empresa sul-coreana para resolver o problema fora das cortes, mas não obteve sucesso.

Jobs teria entrado em contato com a sul-coreana em julho de 2010, iniciando as negociações entre a Apple e a Samsung, revelaram os advogados da empresa de Cupertino nesta semana. Porém, Jobs não estava mais envolvido quando as conversas atuais sobre o design do Samsung Galaxy S começaram, de acordo com a Bloomberg.

"A Samsung é uma importante fabricante com quem temos um bom relacionamento", disse o advogado da Apple, Richard Lutton, em audiência realizada nesta quinta-feira. "Queríamos dar a eles a chance de fazer a coisa certa", disse.

As negociações não foram para a frente e levaram a processos entre ambas as empresas a respeito de patentes de smartphones e tablets.

O site Apple Insider diz que, com base na popularidade do iPhone e do iPad, a Apple é a principal consumidora da rival Samsung, já que compra componentes dela, como chips e memórias.

No começo do ano, foi estimado que a Apple compraria US$ 7,8 bilhões em materiais da Samsung.

Com os processos em andamento, a companhia de Cupertino está procurando por outras parcerias para componentes essenciais de seus produtos.