Preso hacker vinculado ao Anonymous por ataque à Sony 

Um membro de um grupo de hackers vinculado ao Anonymous foi preso nesta quinta-feira (22) por sua suposta participação em um amplo ciberataque no fim de maio contra a filial Sony Pictures do grupo japonês Sony, informaram autoridades. 

Cody Kretsinger, 23 anos, foi preso pela polícia federal em Phoenix, Arizona (oeste), por sua suposta vinculação com um ataque à Sony Pictures entre 27 de maio e 2 de junho, reivindicado no site do grupo de hackers LulzSec. 

"Acredita-se que Kretsinger, também conhecido com o pseudônimo de 'recursion', é ou era membro do LulzSec", afirmou o FBI. 

De acordo com a acusação federal, LulzSec é um grupo de hackers conhecido por sua proximidade com o coletivo internacional de hackers Anonymous. Em 2 de setembro, Kretsinger foi acusado de conspiração e inabilitação não autorizada de um computador protegido. A acusação foi divulgada nesta quinta-feira, mesmo dia da prisão. 

Segundo o texto, o jovem se registrou em um serviço "proxy" para "tentar esconder suas atividades na internet" e, junto a colaboradores, examinou as vulnerabilidades do sistema da Sony Pictures, obteve informação confidencial, distribuiu essas informações no site do LulzSec e anunciou o ataque no Twitter. 

Se for considerado culpado, Kretsinger poderá pegar até 15 anos de prisão. 

Em 2 de junho deste ano, o LulzSec reivindicou o roubo de mais de 1 milhão de palavras-chave, identificações de mensagens eletrônicas e outros dados do site SonyPictures.com algumas semanas depois de um ataque semelhante conduzido contra o gigante japonês.