Twitter pode ser alvo de cortes do Reino Unido

 

A decisão do Twitter de abrir um escritório no Reino Unido deve deixar a empresa mais vulnerável a possíveis processos relativos à privacidade. O movimento não deixaria mais a rede social imune à lei inglesa. Atualmente, a imunidade acontece porque a companhia é baseada apenas nos Estados Unidos, segundo advogados ouvidos pela BBC.

O serviço de microblog já é citado em processo de altas cortes britânicas. Ele é relacionado com o uso do nome de um jogador de futebol que ganhou direito à privacidade.

Até agora o Twiiter não quis comentar o caso. Ultimamente, as operações do Twitter são feitas em imensa maioria no Vale do Silício, na Califórnia. No mês passado, a empresa já começou a anunciar que vai abrir uma sede europeia, em Londres.

A nova sede, segundo juristas, abre espaço para possíveis sanções. "O Twitter pode ser acusado em processos no Reino Unido por declarações difamatórias, e seria diretamente relacionado por esse tipo de delito", disse o advogado Kim Walker, do escritório Pinsent Masons, à BBC.