"Sem e-mail, Casa Branca parece estar em 1985", diz funcionário

 

Um funcionário da Casa Branca, nos EUA, falou ao site Politico que, sem e-mail, o principal órgão do governo do país parece ter voltado ao ano de 1985. Segundo o site Huffington Post, o serviço de e-mail foi cortado na manhã dessa quinta-feira, fazendo com que os funcionários tivessem de usar telefones e aparelhos de fax para se comunicar.

O funcionário também comentou ao Politico que os contatos mais importantes estavam sendo feitos por telefones e que os documentos estavam sendo lidos no papel - e não no computador.

O site do jornal Whashington Post sugeriu que não só o serviço de e-mail foi cortado, como toda a conexão do local. De acordo com a publicação, oficiais desciam as escadas para se encontrar em vez de usar o e-mail e discutir - como normalmente fariam. O site ainda disse que até o serviço de e-mail do BlackBerry do presidente Obama teria sido cortado. Segundo uma fonte ligada ao presidente, parecia "um dia de neve", em que ninguém podia trabalhar direito.

A informação foi confirmada pelo diretor de comunicação da Casa Branca, Dan Pfeiffer, pelo Twitter. "A Verizon está trabalhando para solucionar o problema", informou Pfeiffer no mesmo tweet. Até às 22h de quinta-feira, não havia informação oficial sobre o restabelecimento da conta de e-mail do local.