Microsoft alerta para falha que afeta 900 milhões de usuários

WASHINGTON - A Microsoft emitiu um alerta de segurança que afeta 900 milhões de usuários do Internet Explorer. De acordo com o Daily Mail, trata-se de uma falha recentemente descoberta no Windows que pode ser explorada por hackers para roubar dados pessoais ou assumir computadores.

A falha é tão grave que afeta potencialmente todos os usuários do Internet Explorer. Os navegadores Firefox, Google Chrome e Safari não são afetados pela ameaça, porque, ao contrário do Internet Explorer, não suportam arquivos MHTML, onde reside o problema, informou o jornal.

O problema afeta todas as versões do sistema operacional utilizadas atualmente, incluindo Windows XP (SP3), Windows Vista, Windows 7, Windows Server 2003 e Windows Server 2008 (R2). A empresa ainda não removeu o bug, mas anunciou um "patch" de segurança "fix it", que deverá ser baixado pelos usuários, para bloquear qualquer tentativa de alguém utilizar a falha.

A companhia descreveu a falha como uma séria ameaça, embora acredite que nenhum hacker tenha explorado a vulnerabilidade.