Campus Party: filas para deixar o local foram de até três horas

A 4ª edição da Campus Party Brasil terminou na tarde deste domingo e registrou filas de cerca de três horas para a saída do Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, de acordo com participantes.

A demora para que os mais de 6 mil campuseiros conseguissem deixar o local acontece pela segurança deles mesmos. Todos os equipamentos eletrônicos registrados precisam ser checados, um a um, e todas as bagagens passam pelo raio-x. Para muitos participantes, no entanto, o problema não é a vistoria minunciosa. "O problema é que só existem dois raios-x e dois seguranças para fazer esse procedimento", afirmou Raphael Leite, de 27 anos, que veio de Recife pela segunda vez ao evento.

O evento, que é o maior encontro geek do planeta, foi encerrado formalmente pelo diretor Mário Teza, às 23h de sábado. Os campuseiros puderam permanecer no local até ao meio-dia de domingo, quando a internet das mesas foi cortada.

Campus Party Brasil 2011

Nascida na Europa, em 1997, a Campus Party é um dos maiores eventos de tecnologia, entretenimento e cultura digital do mundo que, em 2011, chega a sua quarta edição brasileira. Além do Brasil, são tradicionais os encontros realizados na Espanha, na Colômbia e no México. A Campus Party Brasil acontece de 17 a 23 de janeiro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo (SP).

Neste ano, participaram mais de 6,8 mil pessoas - ou campuseiros - sendo que dentre esses, mais de 4,5 mil ficam acampados no local. Além de atividades como oficinas e exposições, a Campus Party Brasil 2011 terá inúmeras palestras. Foram destaque o ex-vice-presidente dos EUA, Al Gore, Tim Berners-Lee, pai da "WWW", e Jon Maddog Hall, presidente da Linux International, e muitos outros.