"Piratas" do software livre cantam Michael Jackson na madrugada

 

Os defensores do software livre, que acreditam que "pirataria", na verdade, é sinônimo de compartilhamento, não deixaram os campuseiros da Campus Party, em São Paulo, dormir. O ápice da festa aconteceu por volta das 2h30, quando os integrantes do movimento colocaram o clássico de Michael Jackson, Thriller para levantar o pavilhão.

Os integrantes do movimento tocaram muita música, armaram uma competição e deram ânimo para os madrugadeiros de plantão. E, obviamente, não perderam a oportunidade de provocar os colegas. "Vamos lá, galera! Dormir é para os fracos! Até o pessoal da Microsoft tá acordado aqui hoje", brincou o oganizador da brincadeira no microfone.

A madrugada de sábado é a penúltima da 4ª edição da Campus Party Brasil. O evento se encerra neste domingo. Segundo Paco Ragageles, um dos fundadores do evento no mundo, existe o desejo de realizar mais de uma edição do evento, simultaneamente, no Brasil em 2012.