Estudo afirma que golfinhos vendados conseguem imitar companheiros

 

Um estudo realizado na Flórida, nos Estados Unidos, descobriu que golfinhos vendados podem imitar mergulhos, movimentos e comportamento de companheiros mesmo não podendo vê-los.

A pesquisa do Centro de Pesquisas de Golfinhos envolveu um macho chamado Tanner, que foi vendado com óculos opacos de látex e capazes de detectar o movimento dos outros golfinhos.

Uma das responsáveis pelo estudo, publicado no International Journal of Comparative Psychology, afirma que ainda não ficou claro se os animais usam o sonar ou sons emitidos naturalmente para detectar os companheiros, forma de navegação chamada de ecolocalização. Porém, a pesquisa está descobrindo novas percepções acerca da inteligência dos golfinhos.

No começo, apenas uma venda era utilizada em Tanner, até mudar gradualmente para duas vendas. O estudo se estendeu por 19 sessões em 11 semanas. Pesquisas anteriores demonstraram que os golfinhos podem copiar assobios dos companheiros e o comportamento deles, bem como sons gerados por computador. Os golfinhos também têm a capacidade de copiar os seres humanos, em certa medida, de acordo uma das responsáveis pelo estudo.