Início da rede foi em "cantinho do departamento", conta Crocker

Na tarde desta quinta-feira, o especialista e professor norte-americano Steve Crocker subiu ao palco principal da Campus Party para falar da história da Arpanet, a primeira rede operacional de computadores capaz de comutar (trocar, na linguagem mais usual) pacotes de documentos, em 1969. O sistema é considerado o precursor da internet como hoje se conhece.

Bastante didático, contando a história em slides, Crocker contou que construiu o sistema de forma tímida com Jon Postel e Vint Cerf. "Ele nasceu de experimentos, da necessidade de otimização do compartilhamento, em um cantinho do departamento de defesa dos EUA", referindo-se ao fato de que inicialmente o projeto teve muito pouco investimento.

Segundo Crocker, o resultado impressionou os comandantes das bases militares. "Houve problemas físicos e políticos para a implantação, mas a velocidade com que os documentos viajavam da Califórnia à região de Nova York era inovadora", mostrou através dos slides.

Ao final, o palestrante deixou claro que o primeiro passo foi dado e o futuro está em aberto. "O que vai acontecer daqui para frente pertence a todos, todos estão nessa competição". E ressaltou a razão pela qual construiu o sistema. "Ele foi feito para construir, não para destruir", encerrou.

Campus Party Brasil 2011

Nascida na Europa, em 1997, a Campus Party é um dos maiores eventos de tecnologia, entretenimento e cultura digital do mundo que, em 2011, chega a sua quarta edição brasileira. Além do Brasil, são tradicionais os encontros realizados na Espanha, na Colômbia e no México. A Campus Party Brasil acontece de 17 a 23 de janeiro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo (SP).

Para este ano, são esperados mais de 6,8 mil participantes - ou campuseiros - sendo que dentre esses, mais de 4,5 mil ficam acampados no local. Além de atividades como oficinas e exposições, a Campus Party Brasil 2011 terá inúmeras palestras. Entre os confirmados, estão o ex-vice-presidente dos EUA, Al Gore, Tim Berners-Lee, pai da "WWW", e Jon Maddog Hall, presidente da Linux International, e muitos outros.