Ministério: dengue no País chega a 1 milhão de casos em 2010

Brasília - O Ministério da Saúde ainda não consolidou os números da dengue no País em 2010, mas a estimativa é que os casos tenham chegado a 1 milhão, sendo 15,5 mil casos graves, que exigiram hospitalização. O número de óbitos foi a 550.

Estudos realizados pelo ministério mostraram um público mais jovem entre os hospitalizados pela dengue e que os óbitos resultam principalmente da falta de atenção aos primeiros sintomas.

"Mais de 90% dos óbitos foram de pessoas que não procuraram a rede de atenção primária da saúde. Os sintomas foram se agravando para só depois elas procurarem um centro de emergência", disse o ministro Alexandre Padilha.

Por conta disso, ele aconselha a população a procurar a unidade de saúde mais próxima de seu trabalho ou residência logo no surgimento dos sintomas: febre alta com dor de cabeça, dor atrás dos olhos, no corpo e nas juntas. "Procurar a unidade mais próxima do trabalho e da residência é fundamental."

Investimentos

O Ministério da Saúde destinará mais de R$ 60 milhões para ações de combate à dengue na temporada de verão. A maior parte desses recursos será empregada na campanha de mídia para conscientizar o cidadão sobre a importância de não deixar água acumulada. Para a campanha serão destinados R$ 40 milhões.

Outros R$ 10,1 milhões serão usados na compra de inseticidas e larvicidas. R$ 6,9 milhões vão para compra de equipamentos e veículos, R$ 2,29 milhões para aquisição de kits para diagnóstico da doença e R$ 2,12 milhões para a compra de medicamentos.

Mais duas fontes de recursos acabam também tendo dinheiro destinado ao combate à dengue: R$ 25 milhões utilizados para reforçar as unidades de saúde ainda no ano passado e o piso financeiro de vigilância e promoção da saúde, equivalente a R$ 921 milhões, que é dividido para os municípios e podem ser direcionados para ações específicas contra a dengue, se necessário.