Universidade terá hospital só para animais silvestres em São Paulo

 

A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) terá um hospital para atender exclusivamente animais silvestres em Botucatu, interior de São Paulo. Segundo a universidade, a medida evitará a transmissão de doenças por contato com animais domésticos e ampliará o atendimento. Os recursos para o novo hospital terão origem na própria Unesp (R$ 1,9 milhões) e no governo do Estado (R$ 2 milhões).

A expectativa é de que a unidade fique pronta em 20 meses. Segundo a Unesp, a degradação do habitat dos animais silvestres, principalmente através do desmatamento, causou um aumento nos acidentes, como atropelamentos. A criação do hospital visa amenizar esses problemas.

A Unesp afirma que, hoje, os animais silvestres são levados para a mesma ala que os domésticos e acabam, muitas fezes, infectados. Em um caso recente, por exemplo, filhotes de lobos que estavam internados morreram ao contrair cinomose, uma infecção viral comum em cães.

Além disso, o temperamento dos animais selvagens complica o tratamento. Alguns deles, por exemplo, não conseguem ficar calmos com o barulho causado pelos bichos domésticos.