Latinoware 2010 discute o software livre na América Latina

Começa nesta quarta-feira a sétima edição da Conferência Latino-Americana de Software Livre - Latinoware 2010, no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), em Foz do Iguaço (PR). O evento reunirá em torno de 3 mil pessoas - de estudantes e curiosos a profissionais e especialistas. Até sexta-feira, estarão na pauta as principais novidades tecnológicas com ênfase no software livre. Robótica livre, acessibilidade e mobilidade, modelos de negócios e computação em nuvem são alguns dos temas a serem debatidos.

A Latinoware 2010 oferece, em três dias, 150 palestras e 20 minicursos. Para iniciantes, por exemplo, um dos minicursos oferecidos é o Linux de A a Z. A conferência é promovida pela Itaipu Binacional, PTI, Companhia de Informática do Paraná (Celepar) e Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Duramte a Latinoware será realizado também o Workshop Internacional sobre e-Health em Economias Emergentes - IWEEE 2010. Organizado pela associação Gnu Solidário, discutirá como a tecnologia e seus avanços podem ajudar na melhora da saúde e da educação nas nações em desenvolvimento.

A Latinoware 2010 objetiva promovar a integração tecnológica entre os países latino-americanos, mostrando casos de sucesso que podem ser replicados - na quinta-feira, por exemplo, uma mesa-redonda tratará dos modelos de negócios de softwares abertos para a região.

A conferência também abordará a utilização do software livre em projetos de combate a crimes digitais, como o Projeto Tentáculos, da Polícia Federal, com um trabalho de inteligência que permite mapear as principais quadrilhas, seu modo de agir e tendências de fraudes bancárias.

A Latinoware começa às 10h desta quarta-feira e às 19h se realiza a abertura oficial do evento. Nos outros dois dias, as atividades vão das 10h às 18h. Mais informações sobre a Latinoware podem ser encontradas no site do evento, no endereço www.latinoware.org/.