Filhotes raros rejeitados pelos pais começam a viver juntos

Dois filhotes de tigre de Sumatra que foram rejeitados pelos pais foram transferidos do zoológico de Frankfurt para o de Wuppertal, ambos na Alemanha, em uma tentativa de fazer com que eles aprendam hábitos sociais. Segundo as instituições, a medida é importante para que os animais possam socializar e formar uma família.

Segundo o zoo, Tschuna nasceu no dia 22 de agosto e a tigresa Daseep, no dia 10 de setembro. Esta surpreendeu os especialistas do zoo de Frankfurt ao nascer de uma mãe considerada infértil. A instituição afirma ainda que os dois devem ficar juntos por cerca de um ano e depois, como parte de um programa europeu para proteger espécies ameaçadas de extinção, serão transferidos para outros zoológicos para se reproduzirem.

Os tigres de Sumatra são ameaçados de extinção e acredita-se que existam apenas 400 vivos na natureza. Uma das maiores ameaças à subespécie é o desmatamento na ilha que lhes dá nome.

Com informações da AFP.