Site do Nobel da Paz sofre ataque

    PEQUIM - O site do Nobel da Paz sofreu um ataque virtual, informou a operadora de telecomunicações Telenor nesta terça-feira, menos de três semanas depois do anúncio do prêmio de 2010 para o dissidente chinês Liu Xiaobo. "O site foi comprometido ou, como se diz de forma mais popular, atacado", declarou à AFP Frank Stien, diretor de segurança da Telenor, confirmando uma informação do jornal Aftenposten.

Ao visitar o endereço www.nobelpeaceprize.org, o internauta corre o risco de ter o computador infectado por um 'cavalo de Troia', um programa difícil de detectar que permite ao hacker assumir, à distância, o controle da máquina.

Segundo Frank Stien, o último endereço IP utilizado pelo hacker é o de uma universidade taiwanesa, a National Chiao Tung University, mas isto não significa obrigatoriamente que o ataque tenha sido iniciado em Taiwan, já que os piratas utilizam com frequência muitos computadores para dissimular o rastro.

"Não podemos dizer nada sobre a identidade dos agressores nem sobre suas motivações", afirmou Stien.

O Instituto Nobel de Oslo confirmou estar a par do ataque, mas destacou que a situação voltou ao normal. "Não é mais perigoso visitar o site, o problema foi resolvido", disse Sigrid Langebrekke, funcionário do instituto.

A atribuição, em 8 de outubro, do Nobel da Paz a Liu Xiaobo, um dissidente que cumpre pena de prisão de 11 anos por "subversão do poder do Estado", provocou a revolta do regime chinês. O ex-professor universitário de 54 anos é um dos autores da "Carta 08", que pede uma China democrática. Pequim o considera um criminoso.