Apple: MacBook Air rouba a cena em evento cheio de novidades

Às 15h, horário de Brasília, Steve Jobs deu início ao evento "De volta ao Mac", na Califórnia, nesta quarta-feira. CEO da empresa, Jobs apresentou Tim Cook, COO da Apple, para falar de dados mundiais dos Macs. Segundo Cook, são cerca de 600 mil desenvolvedores para Mac no mundo. Depois, uma série de diretores e especialistas tomaram a palavra para anunciar o que a Apple preparou de novo.

Da atualização total do pacote iLife '11 ao anúncio do preview do novo OS X Lion, que pretende tornar o iMac "parecido" com um iPad, foram dois os destaques. Steve Jobs anunciou que dificilmente existirão Macs com telas touchscreen, porque a mão na tela impossibilitaria a leitura e o dinamismo do uso do computador, além do inovador MacBook Air.

De acordo com Jobs, o novo notebook representa somente "o futuro dos notebooks" e não possui HD. A memória é em Flash.

Confira abaixo todas as novidades anunciadas nesta quarta-feira:

iPhoto

De volta ao palco, Jobs começa a falar sobre o iLife 11 e anuncia atualizações para o pacote, começando com o iPhoto. De acordo com o CEO, "O iLife é considerado um dos melhores pacotes de aplicativos digitais do mundo, e uma das razões porque as pessoas compram um Mac", afirmou.

O remodelo contará com integração com o Facebook, novos slideshows, possibilidade de enviar fotos por e-mail, além de conter novos modos de tela cheia.

Jobs cede o espaço para Phillip Schiller explicar para o público como funcionarão os novos slideshows. Uma das novidades dos novos modelos será a criação automática de títulos para pessoas ou lugares. Outra será a possibilidade de envio de e-mails, com elaboração de uma lista de contatos, dentro do próprio iPhoto.

iMovie

Sai Phillip, volta ao comando do evento Steve Jobs para falar do novo iMovie. A primeira novidade é um editor de aúdio totalmente reconfigurado, além das tradicionais opções.

Randy Ubillyo toma a apresentação para dar mais detalhes sobre o iMovie. Dentro do programa, agora será possível regular o volume de uma área específica do arquivo de vídeo utilizado, além de novos efeitos de voz, da mais aguda à mais grave, como a do Darth Vader.

Mais uma função integrada ao iMovie é a possibilidade de inserção de créditos finais da mesma forma como filmes profissionais fazem. Outra preocupação da Apple foi transformar o processo em uma "brincadeira" mais interativa, intuitiva e fácil de ser usada. Randy demonstra, ao vivo, alguns trailers que ele mesmo criou.

Da mesma forma que o iPhoto, o iMovie do iLife 11 também traz opções de integração e compartilhamento com redes sociais, como o Twitter e o Facebook.

GarageBand 11 

Às 15h45, Jobs apresenta Xander Soren para demonstrar ao vivo como será o novo GarageBand. Além de novas lições de guitarra e piano, o assistente traz novas opções de gravação de instrumentos.

Uma novidade, também apresentada no palco, é a opção de conferir, ao final de uma lição de piano, por exemplo, a porcentagem de erros obtidos pelo usuário. Com o nome de "How did I play?" ("Como eu toquei?"), a funcionalidade também permite a elaboração de um gráfico do progresso alcançado pelo "aluno" durante as aulas.

Steve Jobs volta ao palco para anunciar que o pacote iLife será gratuito para todo novo Mac. Para quem possui as versões antigas do iLife em Macs, a atualização do pacote custará US$ 49. Ele estará disponível a partir desta quarta-feira na Apple Store.

FaceTime para iMac

Jobs anuncia a maior novidade do dispositvo logo de cara: agora será possível realizar ligações com o FaceTime entre dispositivos móveis e Macs.

A versão beta do programa já estará disponível nesta quarta-feira.

Novo sistema operacional: OS X Lion

Uma das principais especulações se confirmou às 16h55, horário de Brasília: vem aí o novo sistema operacional Mac OS X Lion.

Um preview do novo sistema foi mostrado ao vivo pelo próprio Steve Jobs e adiciona que uma das novidades do Lion será a "comunicação" com os aplicativos do iPad. Todos os recursos da App Store serão disponíveis também para Mac a partir de agora.

Contrariando uma das apostas do evento, Jobs exterminou as expectativas de quem desejava ver um iMac sensível ao toque. Segundo o CEO, telas touchscreen não funcionariam em Macs porque a mão atrapalharia na leitura. Pelo mesmo raciocínio, touchscreen em notebooks só são válidos se usados na parte inferior, como trackpad.

Jobs também demonstra, ao vivo, como será a App Store para Mac. O conceito e o layout são parecidos com a já existente para o iPad. Seu acesso é feito diretamente do dock, como no iOS, com a abertura na página de destaques.

Também como acontece no iPad, as páginas de aplicativos também poderão ser organizadas separadamente, com a possibilidade de agrupamento de aplicativos em uma mesma pasta.

A previsão da Apple é que o OS X Lion seja disponibilizado no verão de 2011. Mais informações sobre o novo sistema poderão ser obtidas diretamente do site da Apple por desenvolvedores. Já a App Store para Macs será aberta dentro de 90 dias.

Novo MacBook Air

E se um notebook pudesse ter todas as características de um iPad, como boot instantâneo, bateria impressionante, armazenamento em SSD, ser portátil e, principalmente, muito leve? Este é o novo MacBook Air, de acordo com Steve Jobs.

Para a Apple, o novo notebook representa o futuro dos computadores portáteis. Além de uma bateria que suporta 30 dias em standby, ele tem telas de 13,3 polegadas e 11,6 polegadas, resolução 1440 X 900 pixels, processador Core 2 Duo, placa de vídeo NVIDIA GeForce 320m.

Outra novidade é que o novo Air não terá HD, e sim memória em Flash. A justificativa é que, assim, a máquina fica duas vezes mais rápida e a memóra passa a ocupar 90% menos espaço em tamanho. O preço inicial do "brinquedo" da Apple é de US$ 999.

Ao final, um vídeo é exibido ao vivo no evento sobre o funcionamento do MacBook Air, com destaque para o design do aparelho, e com uma frase profética da Apple: "Este realmente é o futuro dos notebooks".

Às 16h30, horário de Brasília, Steve Jobs encerra o evento e agradece a presença de todos.