Huawei vai começar a vender celulares no Brasil

A fabricante chinesa Huawei começa a vender celulares via operadoras e direto no varejo neste mês no País. Até então, a Huawei era mais conhecida por fabricar equipamentos de infraestrutura e rede para telecomunicações, assim como modems 3G. Cinco dispositivos se destacam nos lançamentos da Huawei. Dois usam o sistema operacional Android, do Google: o Ivy, aparelho com Android 2.1, tela sensível ao toque, câmera de 3,2 megapixels, armazenamento de até 32 GB com cartão de memória e rádio FM integrados, e o Juni, com corpo emborrachado colorido, teclado QWERTY e tela sensível ao toque. O preço dos Androids não foi divulgado. Já o Ideos, com Android 2.2 ("Froyo"), tem 3G e Wi-Fi, podendo ser usado como roteador sem fios para até oito outros dispositivos ao mesmo tempo. Esse aparelho foi anunciado pela Huawei durante a IFA 2010, ocorrida em Berlim no mês de setembro, e será o grande lançamento da fabricante na próxima Futurecom, no fim do mês, em São Paulo. Outro aparelho é o U9120, modelo 3G com sistema proprietário e acesso facilitado às redes sociais ¿ tem o apelido de "celular Facebook" na Europa. Tem recurso de push mail (para baixar e-mails em tempo real), teclado QWERTY, GPS e funciona como modem. O aparelho já está à venda no Chile, e a Huawei negocia com operadoras locais seu lançamento por aqui. Finalmente, o modem E5, que também atua como um roteador Wi-Fi e conecta até cinco usuários simultâneos sem fios. O dispositivo usa tecnologia 3G (HSUPA/HSDPA) e permite transmitir dados e trocar SMS (via PC ou Mac). Sua bateria interna dura até três horas, e o E5 será vendido pela operadora Vivo.