Hungria pede ajuda à Europa após vazamento tóxico

Hungria, atingida por um grave acidente industrial que começou a afetar o ecossistema do rio Danúbio, pediu oficialmente na noite desta quinta-feira ajuda ao mecanismo de Defesa Civil europeu.

As autoridades húngaras solicitaram o envio de especialistas em vazamento tóxico, descontaminação e meio ambiente.

"A Hungria foi atingida por uma catástrofe ambiental. Este tipo de catástrofe não respeita fronteiras, e uma resposta europeia coordenada pode ajudar a fornecer a ajuda mais eficiente possível. Faço um apelo a todos os Estados da UE para que respondam com generosidade ao pedido da Hungria", disse a comissária para ajuda de emergência, Kristalina Georgieva.

O mecanismo europeu de Defesa Civil, que reúne 31 Estados (27 membros da UE e Croácia, Islândia, Lichtenstein e Noruega), facilita a cooperação em matéria de reação às catástrofes.