Tigre raríssimo é morto por moradores em reserva da Indonésia

Moradores de um reserva da biosfera na Indonésia, mataram um raríssimo tigre de Sumatra, na região de mesmo nome. O corpo do animal foi encontrado nesta sexta-feira e os residentes alegam que o tigre atacou um morador local. As informações são da agência Getty Images.

Segundo a agência AFP, o animal morreu por causa de feridas causadas por uma armadilha instalada pelos moradores. Oficiais da região afirmaram à agência que, aparentemente, o animal tentou se soltar e acabou se ferindo. Ele já teria sido ferido por outra armadilha dias antes.

O suposto ataque do tigre ocorreu em 21 de setembro na reserva Bukit Batu, em Pekanbaru, ilha de Sumatra. A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), considera o tigre de Sumatra como uma subespécie criticamente ameaçado de extinção e afirma que sua população na natureza é estimada entre 400 e 500 indivíduos.

Ainda de acordo com a IUCN, a perda de habitat, a expansão de plantações de certas árvores - como a acácia -, o tráfico de animais e diminuição da população das presas são as principais ameaças ao tigre de Sumatra.