Especialistas dão dicas para escolher o sutiã ideal

JB Online

S O PAULO - Apesar de o sutiã fazer parte da vida das mulheres desde a pré-adolescência, ainda existem algumas curiosidades que nem todas conhecem a respeito dessa lingerie. Muitas nem sabem, mas o sutiã certo e em boas condições é essencial para valorizar o visual, seja em roupas do dia-a-dia ou em produções para ocasiões especiais, e em qualquer situação é peça obrigatória nos guarda-roupas femininos.

E para que as mulheres saibam mais sobre o assunto e possam melhorar a aparência a especialista em sutiãs, Katrice Brewster, deu algumas dicas, divulgadas pelo site Savy Miss, que podem ser seguidas por todas as mulheres independente do tamanho do busto. Veja também o que pensa a consultora de moda Fátima Torres.

1)É importante lembrar que quando engordamos ou emagrecemos o tamanho do busto também é alterado. Portanto, assim como é necessário parar de usar uma calça porque ela não serve mais e deve-se comprar uma maior, é preciso comprar sutiãs maiores ou menores, e até mesmo trocar o modelo quando o corpo sofrer alterações.

2) Apesar de os modelos de sutiãs com bojos serem os preferidos do público feminino, principalmente para as que têm menos busto, é necessário saber se esse é realmente o modelo mais indicado para você, caso contrário o bojo pode aparentar algo muito artificial, e o ideal é que os seios pareçam o mais natural possível.

3) Outro erro comum é a grossura das alças dos sutiãs. Apesar de a moda atual permitir alças finas e até coloridas, aparecendo em determinadas ocasiões, é preciso saber se elas são indicadas para o seu tipo de corpo, caso contrário ficarão desconfortáveis e podem causar dores nos ombros e nas costas.

4) É preciso escolher tonalidades que não comprometam o visual. O ideal seria que os sutiãs fossem exatamente do mesmo tom que as blusas, mas como isso nem sempre é possível, o conselho é para que as mulheres optem sempre por tons neutros como branco e bege, e no caso de roupas escuras, o preto.

5) Para a consultora de moda Fátima Torres, o sutiã deve ser neutro, já que, como o próprio nome diz, é uma peça íntima, ou seja, não deve ficar sempre à mostra, apenas em casos específicos. "Cores são bem-vindas, mas depende da idade da mulher, do seu tipo físico, da roupa escolhida e para qual ocasião. Portanto, como regra geral, o sutiã deve ser o mais discreto possível", complementa a consultora.