Cosméticos orgânicos garantem beleza ecologicamente correta

Portal Terra

S O PAULO - Todo mundo já ouviu falar em sustentabilidade, onda verde e produtos orgânicos, não é? O conceito vai da alimentação às indústrias ecofriendly e dá mais um passo em direção à beleza. Já sucesso na Europa, os cosméticos orgânicos começam a chegar ao Brasil, por meio de marcas como L'Oréal, L'Occitane, Matrix e Weleda.

A principal característica desses cosméticos é a produção ecologicamente correta, ou seja, com ingredientes naturais em suas fórmulas, sem a presença de substâncias derivadas do petróleo e sem química sintética ou de origem animal.

Na composição dos produtos, não entram espécies de frutas ou flores em extinção. E também não são feitos testes em animais. As matérias-primas vegetais de um cosmético orgânico recebem um controle mais rigoroso, já que devem ter sido plantadas em solo não contaminado e cultivadas sem pesticidas ou fertilizantes sintéticos.

O Brasil é uma das principais fontes de matéria-prima para a produção desses cosméticos devido à sua grande biodiversidade. A castanha-do-pará, o açaí, a andiroba, a romã, o cupuaçu, e o babaçu estão entre os mais procurados, mas, só podem ser utilizados legalmente em cosméticos, quando provenientes de projetos com responsabilidade social e ambiental.