IBGE: índice de homens com sobrepeso quase triplica em 35 anos

Portal Terra

RIO - Entre a população brasileira com mais de 20 anos, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que há mais homens acima do peso que mulheres, ao contrário do que era observado até os anos 2000. Além disso, as maiores elevações nos índices de excesso de peso e obesidade também estão entre as pessoas do sexo masculino. As conclusões são da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009, divulgada nesta sexta-feira.

Conforme dados da POF, aumentou quase três vezes nos últimos 35 anos o índice de homens com sobrepeso na idade adulta. Já entre as mulheres, a porcentagem não chegou a dobrar. Em relação à obesidade, o índice entre os homens quadruplicou no mesmo período, enquanto entre as mulheres, a proporção dobrou.

Na primeira edição da POF (1974-1975), 18,5% dos adultos homens tinham excesso de peso. Entre as mulheres, o índice era de 28,7%. Em 1989, houve crescimento em ambos os sexos, com 29,9% entre os homens, e 41,4%, entre as mulheres. Em 2002-2003, entretanto, houve ligeira queda na porcentagem de mulheres acima do peso (40,9%), e os homens passaram na frente, chegando a 41,4%. Em 2008-2009, as mulheres voltaram a apresentar alta no índice de sobrepeso, com 48%. Os homens, entretanto, continuam com a maior proporção de pessoas acima do peso: 50,1%.

Na primeira pesquisa, 2,8% dos adultos homens eram obesos. Entre as mulheres, o índice era de 8%. Em 1989, o índice passou para 5,4% entre os homens, e 13,2%, entre as mulheres. Na edição seguinte, a obesidade atingia 9% dos homens e 13,5% das mulheres. Em 2008-2009, o índice chegou a 12,4% entre pessoas do sexo masculino e a 16,9% entre as do sexo feminino.