Fêmeas de tubarão-baleia talvez possam guardar esperma

Portal Terra

S O PAULO - As fêmeas de tubarão-baleia podem ter uma "arma secreta": há a possibilidade de elas conseguirem guardar esperma de um companheiro e, com isso, gerar novos filhotes sem novas relações sexuais, diz estudo de pesquisadores da Universidade de Ilinóis, Estados Unidos, divulgado pelo site LiveScience .

O estudo analisou 29 embriões de uma fêmea de tubarão-baleia capturada em 1995 em Taiwan. Foi descoberto que todos os embriões foram gerados pelo mesmo pai. Não é possível confirmar essa habilidade pelo fato de apenas um animal ter sido estudado.

Segundo Jennifer Schmidt, líder do estudo e bióloga da universidade, em entrevista ao LiveScience, é possível que, com essa guarda de esperma, os tubarões-baleia possam fertilizar os próprios ovos, que se transformam em embriões. "Se a relação entre os tubarões é casual, a fêmea pode guardar o esperma e continuar reproduzindo mesmo se não encontrar outro parceiro", disse Schmidt.

Se isso for confirmado, pode haver um perigo: guardando esperma, o tubarão-baleia gera mais filhotes. Isso pode significar também que o animal dá à luz seguidamente no mesmo lugar, o que o tornaria alvo de predadores.