Falta de adaptação derrubou executivo do iPhone 4

Portal Terra

NOVA YORK - Problemas na adaptação à cultura corporativa da Apple levaram à saída do executivo Mark Papermaster, responsável pelo hardware do iPhone, informa o Wall Street Journal, sem detalhar qual o nível de envolvimento do profissional com as falhas na antena do iPhone 4.

Papermaster deixou a IBM em 2008 rumo à Apple, e sua mudança fez seu antigo empregador, com medo da divulgação de possíveis segredos industriais, abrir um processo para tentar manter Papermaster em uma quarentena de um ano. Papermaster recebeu o cargo de vice-presidente sênior de engenharia de dispositivos de hardware em novembro de 2008, mas só começou a trabalhar no ano seguinte.

Diz o Wall Street Journal que Papermaster "perdeu a confiança do sr. Jobs meses atrás e não foi parte dos processos de decisão por algum tempo", citando fontes familiares ao caso. O jornal ainda informa que Papermaster não parecia ter o tipo de "pensamento criativo" esperado na Apple e "não se acostumou com a cultura corporativa da empresa, com até mesmo os executivos sênior mantendo controle sobre os menores detalhes de suas áreas de responsabilidade e muitas vezes tendo que lidar diretamente com múltiplas tarefas, em vez de delegá-las", informa o WSJ.

No último dia 16, a Apple anunciou que iria distribuir capinhas protetoras para o iPhone 4 gratuitamente. Por ter a antena localizada na borda do aparelho, inúmeros usuários estão reclamando de perda de sinal e queda de ligações dependendo do modo como o dono segura o dispositivo. Além disso, a revista Consumer Reports removeu sua indicação de compra do iPhone 4 para os leitores por conta da questão da antena.

O WSJ diz que a decisão de manter o desenvolvimento do iPhone 4, mesmo com o risco do design da antena, foi tomada um ano atrás por Steve Jobs, CEO da companhia, e não por Papermaster.