Catadores de lixo se reúnem em festival em Belo Horizonte

Agência Brasil

BELO HORIZONTE - Catadores se reúnem nesta segunda-feira, em Belo Horizonte, no 9ª Festival do Lixo e Cidadania, para discutir a destinação dos resíduos sólidos em todo o país. A coordenadora-geral do Departamento de Articulação e Parceria do Ministério de Desenvolvimento Social, Jaira Puppim, disse que este ano o festival tem como finalidade divulgar a política nacional de resíduos sólidos, sancionada no dia 2 de agosto pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com a coordenadora, em entrevista ao programa Revista Brasil, essa lei já era aguardada há bastante tempo pelos catadores e já tinha sido discutida no primeiro festival. Ela conta que a lei é uma forma de reconhecer o trabalho desenvolvido pelos catadores.

Jaira ressalta que a modernização dos meios de tratamento do lixo não representa ameaça às atividades dos catadores. Ela explica que, de acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações, o catador é denominado catador de materiais recicláveis, e não apenas de papel.

Na verdade se você pensar na quantidade de lixo que é produzido nas residências todos os dias que podem ser reaproveitadas, não faltará trabalho para esse profissionais. Daí teríamos a colocação de milhares de trabalhadores no mercado .

No evento, será apresentado um documento com dez assinaturas de prefeituras com os catadores para fazer parte da coleta seletiva dos municípios, além de uma caminhada pelo centro de Belo Horizonte. Em alguns pontos estratégicos da cidade, haverá exposições de artes feitas com material reciclado.