HP processa Oracle por contratação de ex-presidente

JB Online

RIO DE JANEIRO - O ex-presidente da HP, Mark Hurd, foi processado pela antiga empresa ao ser contratado pela companhia rival, Oracle, terceira maior produtora mundial de software. De acordo com a empresa, os segredos comerciais da empresa estariam correndo perigo com a aquisição de Hurd na corporação.

De acordo com a Justiça, o acordo de saída de Hurd da HP não especificava em cláusula alguma que ele não poderia ser admitido em empresas do mesmo porte que a HP. No entanto, incluía um acordo de confidencialidade de dois anos.

A HP disse em ação judicial que nas novas atribuições de Hurd as funções deverão ser desempenhadas com a utilização dos segredos comerciais e informações confidenciais a outras pessoas.

A principal área de disputa entre as empresas é no mercado de servidores, depois que a Oracle comprou a Sun Microsystems por 5,6 bilhões de dólares.