Rio de Janeiro tem índice de sedentarismo alto: 65%

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - Cariocas são bonitos, cariocas são bacanas, cariocas são dourados, cariocas são modernos... já dizia a música de Adriana Calcanhotto, que termina dizendo que cariocas não gostam de sinal fechado. E, pelo visto, nem de muitas atividades físicas. A se julgar por uma recente pesquisa feita junto a 66 mil pessoas, a população do Rio é a menos adepta a se exercitar, na comparação com moradores das capitais de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Segundo o estudo, 65% da população carioca não fazem atividade física, enquanto a média das outros capitais é de 57,6%. No caso do Rio, o percentual de sedentarismo é maior em mulheres, ultrapassando os 70%.

O sedentarismo se reflete nos indicadores de saúde, como a obesidade. Segundo o estudo, cerca de 19% dos homens e 11,7% das mulheres cariocas são obesos, mais que paranaenses (13,6% homens e 8,1% mulheres), gaúchos (15,6% homens e 8,7% mulheres), catarinenses (13,5% homens e 3,8% mulheres) e paulistas (15% homens e 8,8% mulheres).

Uma vida equilibrada e uma rotina de exercícios é muito importante para amenizar o estresse e manter a saúde em dia recomenda Roberto Galfi, coordenador da pesquisa feita com 66 mil clientes da SulAmérica, em 2009.