Invenção do raio laser completa 50 anos

Isabel Martínez Pita, Portal Terra

SÃO PAULO - O laser, uma das invenções científica mais revolucionária, completa meio século em 2010. Durante esse tempo se desenvolveram as mais variadas aplicações práticas em torno dele. Astronomia, comunicações, medicina, artes, entretenimento e muitas outras áreas têm experimentado uma evolução com esta invenção.

O nome laser é um acrônimo em inglês para "Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação". A descoberta do laser, feita pelo físico norte-americano Theodore Maiman, veio em 1960. Naquela época ninguém acreditava no físico, apesar de Alfred Einstein afirmar em um artigo publicado em 1917 sobre a importância que poderia ter o feixe de luz.

Costela Angel, professor da pesquisa da CSIC (Conselho Superior de Investigação Científica), na Espanha, explicou que o laser "atualmente se aplica a todos os ramos da pesquisa, tornando-se uma ferramenta muito importante em campos tão diversos como a indústria ou medicina, terapia fotodinâmica e coisas mais exóticas, como pinça óptica com a qual é movido de um lugar para outro as células e bactérias".