Discovery chega à ISS, que pela primeira vez recebe quatro mulheres

JB Online

CABO CANAVERAL - A tripulação do ônibus espacial americano Discovery foi recebida calorosamente, esta quinta-feira, na Estação Espacial Internacional (ISS), que pela primeira vez abrigará quatro astronautas mulheres.

O Discovery se acoplou à ISS às 04H44 de Brasília a 344 km de altitude sobre o mar do Caribe, informou a Nasa.

"Houston e estação, acoplamento confirmado", anunciou por rádio o comandante do Discovery, após realizar a manobra com sucesso.

Depois que a escotilha entre as duas naves se abriu, às 06H11 de Brasília, os sete astronautas do Discovery flutuaram rumo à estação espacial, onde foram recebidos pelos seis tripulantes da ISS.

Esta é a primeira vez na história que quatro mulheres estão em órbita ao mesmo tempo; também representa um feito para os japoneses, pois até agora não tinham dois astronautas japoneses no espaço ao mesmo tempo.

A tripulação do Discovery inclui três especialistas de missão mulheres: Dottie Metcalf-Lindenburger, de 34 anos, ex-professora de Ciências; Stephanie Wilson, de 43 anos, que já tem duas missões com ônibus espacial no currículo; e Naoko Yamazaki, de 39 anos, astronauta da agência espacial japonesa desde 1996.

A quarta mulher na ISS, a astronauta americana Tracy Caldwell Dyson, chegou à estação orbital no domingo passado a bordo de uma nave russa Soyuz.

O comandante da ISS, o russo Oleg Kotov, deu as boas-vindas aos recém-chegados, que levaram à estação toneladas de provisões.

O Discovery foi lançado na segunda-feira do Centro Espacial Kennedy, com sete astronautas a bordo, para uma das últimas missões de um ônibus espacial americano após 30 anos de serviços.

O objetivo desta missão de 13 dias é o abastecimento de oito toneladas de provisões e materiais, entre os quais duas liteiras para os seis ocupantes permanentes da ISS, bem como sete aparadores para experiências científicas.

A Discovery levará ainda um congelador adicional para preservar amostras das experiências realizadas em microgravidade e uma reserva de amoníaco para o sistema de refrigeração da estação, bem como um mecanismo de exercícios que permite medir a força muscular.

Estão previstas três caminhadas espaciais de seis horas e meia cada uma, realizada por uma equipe de dois astronautas do Discovery, que terá entre as principais tarefas será a substituição de uma reserva de amoníaco vazia, contígua à parte externa da estação.

Depois deste voo só restarão três antes da aposentadoria dos ônibus espaciais da frota, previsto para o fim de 2010.

A ISS, um projeto de cem bilhões de dólares, iniciado em 1998 e do qual participam 16 países, é financiado, sobretudo, pelos Estados Unidos.