Brasil é vice-campeão na incidência de câncer de laringe

JB Online

RIO - De acordo com uma estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA), mais de 9 mil novos casos de câncer de laringe foram descobertos em 2009. Outro dado preocupante da OMS mostra que o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de incidência deste tipo de tumor, perdendo apenas para a Espanha.

Diante destes dados preocupantes e com a missão de alertar a população sobre a importância da realização de exames preventivos, a Academia Brasileira de Laringologia e Voz realiza este ano a décima primeira Campanha Nacional da Voz. Comemorando o Dia Mundial da Voz, em 16 de abril, a iniciativa da ABLV é uma ação de conscientização da população sobre os cuidados que se deve ter com a voz, os hábitos que mais a prejudicam e os sintomas que sugerem alterações e distúrbios vocais. A estrela da campanha é a cantora Claudia Leitte.

Em 2010 busca-se atingir um público ainda maior de pessoas, a fim de alertá-las sobre o crescimento do câncer de laringe no Brasil. De acordo com o médico Paulo Perazzo, presidente da ABLV, "os maus hábitos, o tabagismo e etilismo (isolados ou associados) assim como a procura tardia do seu médico otorrinolaringologista são as principais causas de incidência do câncer de laringe em brasileiros".

Por isso, é fundamental que um médico especialista seja procurado em caso de tosse e/ou pigarro frequentes ou constantes; rouquidão por mais de 7 dias; dor, ardência ou incômodo na garganta; dificuldade ou dor para engolir; perda de voz, voz fraca ou falhas na voz e dificuldades respiratórias.