Governo quer vacinar 1,5 milhão por dia contra gripe suína

Portal Terra

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, informou nesta quinta-feira que o governo tem a meta de vacinar 1,5 milhão de pessoas por dia contra a gripe suína. A vacinação de mais de 90 milhões de brasileiros começa no próximo dia 8 e será disponibilizada gratuitamente para os grupos considerados de risco: indígenas e trabalhadores da rede de saúde; gestantes; doentes crônicos; crianças com idade de seis meses a dois anos; população de 20 a 29 anos; idosos com doenças crônicas; e a população de 30 a 39 anos.

- Praticamente toda família brasileira irá vacinar pelo menos um membro de sua família. Quase um em cada dois brasileiros será vacinado. A meta é de 1,5 milhão (de vacinas) por dia. É uma megaoperação - afirmou o ministro, que disse que o Brasil está agora mais preparado para enfrentar a Influenza A (H1N1) do que em 2009, quando 1.705 pessoas morreram por conta da gripe pandêmica.

- Temos certeza que, agora se aproximando o inverno no hemisfério sul, o Brasil estará mais preparado. Não podemos baixar a guarda. Agora temos uma arma nova, a vacina, que é segura, eficaz e protege - disse Temporão.

Na avaliação do ministro, no Brasil haverá grande adesão à campanha por doses do antiviral, ao contrário do que aconteceu na Europa, onde houve sobra de vacinas contra a gripe suína. - O fato de a segunda onda (de gripe suína) ter sido mais branda na Europa não significa que será no Brasil. Tenho certeza que a adesão será maior e distinta do que foi na Europa - afirmou.

O objetivo da campanha de vacinação, segundo o Ministério da Saúde, é manter os serviços de saúde funcionando e reduzir o número de casos graves e óbitos em populações mais vulneráveis.

Ao todo serão 36 mil pontos de vacinação em todo o país, sendo que a logística de aplicação das vacinas, incluindo locais e horários, é de responsabilidade das Secretarias Estaduais de Saúde.

Confira o cronograma de vacinação dos grupos prioritários:

- 8 a 19 de março: indígenas e trabalhadores da rede de atenção à saúde e profissionais envolvidos na resposta à pandemia;

- 22 de março a 2 de abril: gestantes (mulheres que engravidarem após esta data poderão ser vacinadas nas demais etapas da campanha); doentes crônicos; crianças com idade de seis meses a dois anos;

- 5 a 23 de abril: população saudável de 20 a 29 anos;

- 24 de abril a 7 de maio: idosos com doenças crônicas;

- 10 a 21 de maio: população saudável de 30 a 39 anos.